Sal no café

Ir em baixo

Sal no café

Mensagem por DeniseTeixeiradeOliveira em Sab 21 Jan - 3:33

Sal no café

Cê já pôs sal no meu café
Prendeu meu dedo no portão
Bateu um prego no meu pé
E beliscou meu coração
Cê já roubou meu cobertor
Ligou o ventilador no 3
Soprou meu sonho e meu calor
E fez tudo isso outra vez

(Badá badá badá...)

Cê já jurou que mal-me-quer
Desafinou meu violão
Pôs fogo no meu picolé
Ficou com todo o meu colchão
Cê já dormiu de mal de mim
Mandou dizer "diz que eu saí"
Deu zero no meu boletim
E disse "a vida é assim"

Mas foi por isso que eu não fui
E que você ficou também
O que viver tem de esquisito
O amor conhece como ninguém
E o seu beijinho me desmonta
Mesmo com gosto de café com sal
Eu fico tonta, tonta
E acho a gente normal (Eu também)
Eu acho a gente normal
Eu acho a gente normal
Eu acho a gente normal
Eu acho a gente normal
Eu acho a gente normal
Eu acho a gente... normal

- Acho a gente normal!
- Eu também acho que ia ficar legal se acabasse com esse outro acorde, ó.
- É.
- Bom, também.
- Ficou legal!
[/justify]
avatar
DeniseTeixeiradeOliveira
Admin

Mensagens : 143
Data de inscrição : 01/03/2011

http://papotage.forumgratuit.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sal no café

Mensagem por DeniseTeixeiradeOliveira em Sab 21 Jan - 4:53

"Sal no café" e "fogo no picolé" é infantil, mas o jogo de linguagem feito com comida, amor e comportamento em versão bossa é assim... sempre tão bom de escutar...
avatar
DeniseTeixeiradeOliveira
Admin

Mensagens : 143
Data de inscrição : 01/03/2011

http://papotage.forumgratuit.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum